13/02/2018 • 13:59:00

Aumenta número de atendimentos médicos na Marquês de Sapucaí



AGÊNCIA BRASIL


Divulgação / Agência Brasil
Aumenta número de atendimentos médicos na Marquês de Sapucaí - Divulgação / Agência Brasil


A prefeitura do Rio de Janeiro registrou o recorde de 1.811 atendimentos médicos em quatro dias de desfile na Marquês de Sapucaí, em sete postos instalados no local. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o número supera em 124 os atendimentos feitos no mesmo período de ano passado (1.687). Ao todo, 66 pessoas foram transferidas para hospitais da rede municipal de saúde este ano, número menor do que os 73 de 2017.

Somente na segunda noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial, foram atendidos 568 foliões, dos quais 19 foram transferidos para hospitais municipais. A maioria dos atendimentos ocorreu por mal-estar devido ao forte calor ou à ingestão de bebidas alcoólicas ou outras drogas, além de sinais de desidratação, picos de hipertensão, torções e pequenos traumas.

Os postos médicos da Secretaria Municipal de Saúde funcionarão também hoje (13), durante os desfiles das escolas mirins; amanhã (14), durante a apuração das notas; e no próximo sábado (17), para o Desfile das Campeãs.

Vigilância Sanitária

A Vigilância Sanitária fez 109 inspeções em bares, food trucks (caminhões de comida), bufês, camarotes, ambulâncias, postos de saúde e condições de trabalho. Foram aplicadas 10 multas e inutilizados 2,5 quilos de alimentos. Não houve interdição, informou a prefeitura. O órgão manteve um estande do começo ao fim do desfile, para receber denúncias dos foliões em tempo real e orientá-los sobre a prevenção de riscos à saúde no período de folia.

Nos quatro dias de desfiles das escolas da Série A e do Grupo Especial, foram feitas 367 inspeções, com aplicação de 55 multas e um total de 137 quilos de alimentos inutilizados, com duas interdições. No período, a Vigilância Sanitária atuou ainda nas ruas por onde os blocos passaram. Nessas vias, foram feitas inspeções em 170 bares e restaurantes, além de postos de saúde e ambulâncias que deram suporte aos grandes blocos. Foram aplicadas 34 multas e inutilizados nove quilos de alimentos, com interdição de sete estabelecimentos, por falta de licença sanitária e higiene.

Ordem Pública

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) removeu 473 veículos por estacionamento irregular, desde o início da operação carnaval, no dia 9, até as 7h de hoje (13).

O planejamento especial da Seop neste carnaval tem como finalidade coibir os estacionamentos irregulares, dando fluidez ao tráfego e ao percurso dos foliões espalhados pela cidade. É proibido o estacionamento em locais já regulamentados e também naqueles definidos pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio).

Guarda Municipal

Desde o último dia 9, a Guarda Municipal deteve 174 pessoas durante os desfiles dos blocos e também no entorno da Passarela do Samba. As ocorrências incluem furtos, resistência, porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. Atuando em conjunto com a Coordenadoria de Gestão do Espaço Urbano (CGEU), os agentes da Guarda Municipal apreenderam cerca de 8,6 mil produtos diversos e 50 quilos de salsichão que estavam sendo comercializados por ambulantes sem autorização. As equipes de fiscalização de trânsito aplicaram 638 multas, a maior parte por estacionamento irregular. Desse total, 221 multas foram aplicadas no entorno do Sambódromo desde as 18h de domingo (11) até a manhã de hoje (13).

Fazenda

Agentes da Secretaria Municipal de Fazenda apreenderam na madrugada e na manhã de hoje (13) 272 mercadorias, nas regiões do centro e zona sul. Entre os itens apreendidos, estão óculos e capas de celular.


Desenvolvimento:

Sistema Araça de Comunicação LTDA • Todos os direitos reservados