12/01/2018 • 10:32:58

Empresário diz que Emurb é 'saqueada' e relata esquema em entrevista

Wagner Costa, envolvido em escândalo da empresa, disse que vai contar tudo ao Ministério Público



DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO


O empresário Wagner Costa, um dos envolvidos no escândalo da Emurb (Empresa Municipal de Urbanismo) de Rio Preto, disse ao jornal "Diário da Região" que existem esquemas para "saquear" o órgão municipal.

Costa citou a existência de um grupo de servidores que falsificariam talões da Área Azul e descontariam cheques de funcionários usando dinheiro público.

"O escândalo do meu contrato é para impedir que se informatize a Área Azul porque não tem como roubar mais a Emurb", afirmou. "Se informatizar não tem mais dinheiro na mão. Não tem como roubar", disse ao jornal.

Costa é dono da empresa Innovare Cartuchos, contratada para implantar a Área Azul digital na cidade, e marido de Roberta Ferreira Nunes Costa, funcionária da Emurb e sócia da empresa contratada, fato proibido por lei.

Após a divulgação do escândalo, ela foi demitida pelo prefeito Edinho Araújo (PMDB). A chefe da Emurb, Vânia Pelegrini, pediu exoneração do cargo.

Sérgio Menezes/SCMS
Empresário diz que Emurb é 'saqueada' e relata esquema em entrevista - Sérgio Menezes/SCMS


Durante a entrevista, o empresário prometeu contar tudo o que sabe ao Ministério Público e afirmou que vai dizer aos promotores os nomes de funcionários que estariam envolvidos em esquemas de corrupção. "Vou dar os nomes no Ministério Público", disse. "O pessoal está saqueando ali não é de hoje", disse.

"Esse escândalo é para não informatizar (a Área Azul). Se informatizar acaba a teta"​.​

Uma comissão foi criada para fazer uma auditoria em todos os contratos da Emurb. Segundo o chefe interino da empresa, Ângelo Bevilacqua, não há prazo para que as investigações sejam concluídas.


Desenvolvimento:

Sistema Araça de Comunicação LTDA • Todos os direitos reservados