17/09/2017 • 18:29:09

Escorpião pode ter causado morte de criança de 2 anos em creche de Araçatuba

Se a causa for confirmada, será a quarta morte de crianças causada por acidentes com o aracnídeo no interior do Estado



ESTADÃO CONTEÚDO


Escorpião pode ter causado morte de criança de 2 anos em creche de Araçatuba -


Uma picada de escorpião pode ter sido a causa da morte de um menino de dois anos, na última sexta-feira, 15, em uma creche municipal de Araçatuba. Se a causa for confirmada, será a quarta morte de crianças causada por acidentes com o aracnídeo no interior do Estado em pouco mais de um mês.

O pequeno Samuel de França Souza brincava numa caixa de areia no playground da Escola Municipal de Educação Básica Maria Helena de Freitas Carli, quando começou a reclamar de coceira na mão. De acordo com a diretora, quando era levado para o berçário para busca de eventual picada, ele começou a passar mal, vomitou e desmaiou.

A criança foi levada por uma ambulância do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (Samu) ao pronto-socorro do bairro Santana, mas não melhorou e foi transferida para a Santa Casa da cidade. Samuel recebeu soro específico contra picada de escorpião e aranha, mas o estado de saúde continuou piorando. 

O menino morreu na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa, 11 horas após ter começado a passar mal. A família cobra explicações para a morte. O pai, Aguinaldo de Souza, disse que a criança nunca apresentou problema de saúde. A pedido dos familiares, o velório de Samuel foi interrompido no sábado, 16, para que o corpo passasse por necrópsia no Instituto Médico Legal (IML), já que ele havia sido liberado diretamente do hospital para o sepultamento. 

A diretora da escola infantil, Ligiane Michele de Almeida, disse que Samuel havia comido bolachas e em seguida foi brincar no playground com as outras crianças. Como já havia aparecido escorpião na escola, assim que o aluno reclamou de coceira e dormência na mão, foram feitas buscas à procura de aracnídeos, mas nada foi encontrado.

Conforme a diretora, os médicos afirmaram que, além da possível picada de escorpião, é investigada eventual intoxicação alimentar, porém, nenhuma outra criança da creche, que tem 280 alunos, passou mal. O laudo sobre a causa da morte ficará pronto em 30 dias.

Outros casos

No dia 11 de agosto, Cauã Ferrari Santos, de 8 anos, morreu após ser picado por um escorpião, em Americana. O mesmo acidente causou a morte de Allys Silva, de 4 anos, em Limeira. Já no dia 25, um escorpião picou e matou o garoto Giovane Cordeiro Trevelin, de 9 anos, em Piracicaba. As três cidades registram alto índice de acidentes com escorpião. De janeiro a agosto deste ano, Piracicaba teve 552 registros, Americana registrou 365 e em Limeira aconteceram 263 casos.


Desenvolvimento:

Sistema Araça de Comunicação LTDA • Todos os direitos reservados