JORNALISMO
17/04/2017 • 12:17:38

Lideranças europeias afirmam que referendo na Turquia mostra divisões no país


ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente da França, François Hollande, afirmou que o referendo na Turquia mostra uma "nação dividida" e pediu para que as autoridades do país respeitarem a oposição política e os "valores europeus".

Em comunicado nesta segunda-feira, Hollande disse que a França "está ciente" das acusações de irregularidades na votação do referendo, que ampliou os poderes do presidente turco Recep Tayyp Erdogan.

Já o ministro de Relações Exteriores da Alemanha, Sigmar Gabriel, avaliou que a União Europeia (UE) deve pensar em uma nova estratégia e buscar novos formatos de negociação com a Turquia. 

Segundo Gabriel, embora muitos membros do bloco europeu sejam "rígidos" em relação a Turquia devido as suas políticas domésticas, a UE deve trabalhar intensivamente para encontrar novos canais de diálogo sobre "para que a Turquia permaneça um país democrático". 

O ministro ainda disse que o bloco deve primeiro esperar pela opinião de observadores internacionais sobre o referendo, acrescentando que "seremos capazes de auxiliar a Turquia em seu desenvolvimento econômico apenas se o país permanecer uma democracia". 

  Comentários
Veja também