JORNALISMO
11/08/2017 • 08:28:00

Troca de tiros entre PM e bandidos mata criminoso e fere policial

Caso aconteceu nesta madrugada (11) na rodovia Elyeser Montenegro Magalhães, em Araçatuba


DE ARAÇATUBA

Vitor Moretti/SBT Interior
Troca de tiros entre PM e bandidos mata criminoso e fere policial


A madrugada desta sexta-feira (11) foi de violência em Araçatuba. Uma perseguição na rodovia Elyeser Montenegro Magalhães (SP-463) terminou em troca de tiros. Um policial foi baleado na perna e um bandido foi morto.

Segundo informações da polícia, eles receberam uma denúncia informando que dois veículos estavam trafegando pela rodovia com drogas.

As equipes ficaram esperando na pista e, no momento em que se encontraram, começou uma perseguição.

Os bandidos começaram a atirar contra a polícia e um tiroteio começou. Agnaldo Fernando de Oliveira, que estava em um dos carros com droga, levou um tiro no peito.

Ele chegou a ser socorrido com vida, mas morreu ao dar entrada na Santa Casa de Araçatuba.

O outro comparsa dele, que dirigia um dos carros, foi preso em flagrante, mas o motorista do segundo veículo conseguiu fugir.

CONHECIDO DA POLÍCIA

Segundo a polícia, a ficha criminal de Oliveira, conhecido como 'Agnaldinho', é extensa. Ele foi um dos participantes de um mega-assalto a uma empresa de valores em Araçatuba em 1997. O homem foi preso e saiu há pouco tempo da cadeia.

Dentro dos carros, a polícia apreendeu 120 quilos de maconha e um tablete de pasta-base de cocaína. A arma usada pelos bandidos, de calibre 38, também foi apreendida.

Segundo a polícia, os criminosos dispararam pelo menos seis vezes contra os policiais. As marcas de balas ficaram espalhadas nos carros usados por eles e em viaturas usadas durante a ação.

O policial baleado, de 26 anos, passou por cirurgia agora de manhã e segue internado sem risco de morte.

O homem preso será levado para a Cadeia de Penápolis e, após ser periciada, a droga deve ser incinerada nos próximos dias. O caso será investigado.

 

Confira as fotos


  Comentários
Veja também