10/11/2017 • 15:20:26

Zoológico de Rio Preto recebe onça-parda para tratamento



DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO


Divulgação/Prefeitura de Rio Preto
Zoológico de Rio Preto recebe onça-parda para tratamento - Divulgação/Prefeitura de Rio Preto


O Bosque Zoológico Municipal de Rio Preto recebeu, na manhã desta sexta-feira (13), uma onça-parda para tratamento veterinário e reabilitação. A onça que é adulta, macho e pesa 46 quilos, foi trazida pela equipe técnica do Hospital Veterinário da Unirp, onde passou pelos primeiros cuidados após ter sido resgatada pela Polícia Militar Ambiental na última segunda-feira (6), na região de Barretos.

Com indícios de ter sofrido atropelamento, o felídeo apresenta trauma na região do tórax e fraturas na escápula e cauda.

“No hospital veterinário, a onça foi examinada e estabilizada nestes últimos dias. Como não há indicação cirúrgica, o animal foi transferido para o Zoológico onde faremos todo o tratamento e acompanhamento até o seu total reestabelecimento”, explicou o veterinário e coordenador do Bosque Zoológico Municipal, Ciro Cruvinel.

Hoje pela manhã, a onça foi recebida anestesiada pela equipe técnica do Zoológico Municipal, que é composta por veterinário e biólogo e passou por coleta de material biológico para a realização de exames.

O animal foi colocado no espaço de quarentena do Zoológico, onde ficará em repouso e observação, recebendo medicamentos para a dor e antibióticos, além de alimentação adequada. “Nós recebemos a onça-parda pois temos um quarentenário adequado para que ela possa se recuperar e assim possa ser reintroduzida à natureza”, conclui Cruvinel.

A previsão de tempo para recuperação da onça é de 30 dias. A onça-parda (puma concolor) é um mamífero da família Felidae, nativo do continente americano. É conhecida popularmente como suçuarana, leão-baio, onça-vermelha e puma. É um animal solitário e apresenta hábito de vida noturno. Porém, embora mais raramente, durante o dia também costuma caçar.

O habitat desta espécie animal no Brasil é formado, principalmente, por caatinga, pantanal e cerrado que é a vegetação típica da região de Rio Preto. O animal adulto pesa entre 45 e 70 quilos e mede entre 1,70 e 2,10 metros de comprimento. A onça-parda é carnívora e se alimenta, principalmente, de pequenos mamíferos, aves e roedores de pequeno porte. Em seu habitat natural e preservado, os animais desta espécie vivem, em média, 20 anos.


Desenvolvimento:

Sistema Araça de Comunicação LTDA • Todos os direitos reservados