Homem de 55 anos alega ter sido dopado, torturado e estuprado pela mulher

Vítima acusa a mulher de ter cometido o crime acompanhada de outros três homens

Homem de 55 anos alega ter sido dopado, torturado e estuprado pela mulher  - Reprodução/ Arquivo


A Polícia Civil vai investigar o suposto estupro de um homem de 55 anos, que teria sido dopado e torturado pela mulher e por mais três homens. O caso foi registrado em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.


Segundo informações do boletim de ocorrência obtido pelo sbtinterior.com, a vítima alega que desconfia ter sido dopada por cerca um mês e que, durante o período, foi estuprada e torturada pela mulher e três amigos dela.

Após dopar o marido, a mulher estaria permitindo a entrada dos homens na residência do casal. Os quatro estariam usando drogas e torturando a vítima com agulhas nas partes íntimas, além dos estupros.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, o homem encontrou fotos dele desacordado durante atos sexuais sem o seu consentimento, no celular do filho da mulher, de apenas seis anos.  Ele ainda alega ter acordado com agulhas presas em seu órgão genital e de sentir dores fortes nas regiões íntimas.

Após confrontar a mulher, ela teria pegado a criança e se deslocado para a casa da mãe dela, em uma cidade da região.

O homem também alegou estar sendo ameaçado pelos três suspeitos que teriam agido junto com ela.

Ele deverá ser examinado no Instituto Médico Legal (IML).