Instituto Butantan completa 120 anos com arte, selo comemorativo e eventos especiais

Instituto Butantan completa 120 anos com arte, selo comemorativo e eventos especiais - Divulgação/Governo de São Paulo


Nesta terça-feira (23), o Instituto Butantan completa 120 anos de existência. Para celebrar este marco histórico, serão realizados vários eventos ao longo do dia na sede do Instituto.


Inauguração de mosaico da artista Claudia Sperb – 9h30

O Museu de Microbiologia receberá a instalação de um mosaico da artista Claudia Sperb. A peça foi idealizada pelo biólogo Henrique Canter, pesquisador do Butantan, em conjunto com a artista, que já doou outras obras ao Instituto. O presidente da Fundação Butantan, Rui Curi, fará a inauguração do mosaico.

Cerimônia do selo dos Correios – 11h 

O Instituto Butantan terá seu próprio selo postal. O selo traz imagens das fachadas de duas construções icônicas do Butantan, que datam de diferentes épocas: o Edifício Vital Brazil, mais conhecido como Prédio da Biblioteca ou Prédio Central, e a Planta de Anticorpos Monoclonais (PAM), concluída no primeiro semestre de 2020. Também será emitido um carimbo comemorativo com o mesmo tema, que reproduz a logomarca do Butantan e a inscrição “120 anos”.

O selo será lançado em uma cerimônia na qual também serão homenageados profissionais que marcaram a história do Butantan.

Entrega do bolo da confeitaria Carlos Bakery – 14h30

A confeitaria especializada em doces artísticos Carlos Bakery, sediada em Nova Jersey, nos Estados Unidos, e com filial em São Paulo, ofereceu um bolo especial para celebrar a trajetória do Instituto.

Recepção da obra do artista Kobra – 16h

O Butantan receberá a doação de uma obra idealizada pelo artista Kobra em homenagem à criação da vacina contra a Covid-19 e à atuação do Instituto no combate à pandemia. O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, receberá a obra.

Orquestra Brasil Jazz Sinfônica no Memorial da América Latina – 20h

O aniversário será celebrado com um concerto da orquestra Brasil Jazz Sinfônica. Seguindo todos os protocolos de segurança, a apresentação será feita no Memorial da América Latina, com regência dos maestros Ruriá Duprat e Mauricio Galindo, e participação do cantor Renato Braz. O concerto será transmitido pelas redes sociais e canais da TV Cultura, do Memorial da América Latina e pelo canal do Butantan no Youtube.

Criado inicialmente como um laboratório de produção de soro para combater a peste bubônica, o Butantan foi reconhecido como uma instituição autônoma em 23 de fevereiro de 1901. Hoje, o Instituto é o principal produtor de imunobiológicos do Brasil, responsável por grande parte da produção de soros hiperimunes e vacinas que compõem o Programa Nacional de Imunizações (PNI), do Ministério da Saúde.


Comentários