Mourão diz que não existe racismo no Brasil

Vice-presidente foi questionado sobre homicídio de João Alberto Freitas, homem negro, que morreu ao ser agredido em supermercado em Porto Alegre

Mourão diz que não existe racismo no Brasil - Agência Brasil


O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse nesta sexta-feira (20) que não existe racismo no Brasil. A declaração veio em uma conversa com a imprensa, onde o militar opinou sobre o assassinato de João Alberto Silveira Freitas, 40 anos, homem negro que foi morto a socos por dois seguranças em um supermercado Carrefour, em Porto Alegre.

Mourão disse que o caso foi "lamentável" e mostra uma segurança "totalmente despreparada para a atividade que ela tem que fazer". Então, perguntado se o caso teria ligação com o racismo, o vice-presidente disse que o país não enfrenta esse problema.

"Para mim, no Brasil não existe racismo. Isso é uma coisa que querem importar aqui para o Brasil, isso não existe aqui (...) Eu digo para você com toda a tranquilidade."

O militar comparou o Brasil aos Estados Unidos.

"Racismo tem lá. Morei dois anos nos Estados Unidos, na minha escola, que eu morei lá, o pessoal de cor, ele andava separado. (...) Isso no final da década de 60, né. Mais ainda: o pessoal de cor sentava atrás do ônibus. Não sentava na frente do ônibus. Então: isso é racismo. Aqui não existe isso".

 


Comentários