No 1º turno, Lula lidera com 41% contra 24% de Bolsonaro, aponta Exame/Ideia

No levantamento anterior, em dezembro, Lula tinha 37% ante 27% de Bolsonaro. Lula vence em todos os cenários de segundo turno simulados

No 1º turno, Lula lidera com 41% contra 24% de Bolsonaro, aponta Exame/Ideia - Reprodução


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem 41% das intenções de voto contra 24% do presidente Jair Bolsonaro (PL), diz pesquisa estimulada Exame/Ideia divulgada nesta quinta-feira, 13, pelo portal da revista Exame. No levantamento anterior, em dezembro, Lula tinha 37% ante 27% de Bolsonaro. Lula vence em todos os cenários de segundo turno simulados.


O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública e ex-juiz federal Sérgio Moro (Podemos) aparece com 11%. O ex-governador do Ceará e ex-ministro Ciro Gomes (PDT) vem em seguida, com 7%, e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), tem 4%.

Em seguida, aparece o presidente do Congresso, senador Rodrigo Pacheco (PSD-MG), com 1%. A senadora Simone Tebet (MDB-MS), o ex-presidente da Câmara e ex-ministro da Defesa Aldo Rebelo (sem partido-SP), o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), o deputado André Janones (Avante-MG), o líder popular Leonardo Péricles (UP) e o cientista político Luiz Felipe D'Ávila (Novo) não pontuaram. Votos em branco e nulos somam 7% e não sabem, 4%

Na espontânea, na qual não são mostrados os nomes dos pré-candidatos, Lula tem 34% das intenções, ante 28% da pesquisa de dezembro. Bolsonaro aparece com 20%, mesmo porcentual registrado em dezembro. Depois, vêm Moro e Ciro, com 4% cada, e Doria, com 1%. Os demais não pontuaram.

O instituto pesquisou cenários de segundo turno. Contra Bolsonaro, Lula venceria por 49% a 33%. No caso de disputa entre o ex-presidente e Doria, o petista ficaria também com 49%, ante 26% do tucano. Num eventual embate entre Lula e Moro, o ex-presidente ficaria com 47% ante 30% do ex-ministro. Com Ciro, o petista venceria também com 47% dos votos ante 25% do pedetista.

Já num segundo turno entre Bolsonaro e Ciro, o presidente ficaria com 34% ante 40% do pedetista. Contra Moro, Bolsonaro ficaria com 32% contra 38% do ex-juiz. No caso de um segundo turno entre o atual presidente e Doria, Bolsonaro venceria por 34% contra 28%

O levantamento ouviu 1.500 eleitores entre o domingo, 9, e esta quinta-feira, 13, por telefone. A margem de erro é de 3 pontos porcentuais para mais ou para menos e a pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-03460/2022.

 


Comentários