DIG vai investigar crime de ódio cometido contra advogado em Rio Preto

A família registrou boletim de ocorrência nesta quarta-feira (21), ele permanece internado na UTI do Hospital de Base, família informou que houve melhora no quadro clínico

DIG vai investigar crime de ódio cometido contra advogado em Rio Preto - Reprodução


A Delegacia de Investigações Gerais, DIG, de Rio Preto vai investigar o crime de ódio cometido contra o advogado Cláudio Topgian Rollemberg, no último sábado (17), em frente a casa dele, no bairro redentora, em Rio Preto.


Cláudio foi espancado e teve traumatismo craniano e os ossos da face quebrados. A polícia investiga a tentativa de homicídio e vai tentar identificar quem teria espancado o advogado. Uma força tarefa da DIG tenta localizar imagens de circuito de segurança dos imóveis próximos a cena do crime. A vítima ainda nao prestou depoimento em razão do estado de saúde, ele permanece sob cuidados intensivos no HB.

A família informou que o advogado teve uma melhora. A equipe médica já tirou a sedação do paciente para extubar, caso ele fique agitado será feito uma tráqueotomia. Os edemas da face, sequelas do espancamento, já estão melhores, afirmou uma das sobrinhas do advogado. Ele permanece na UTI do Hospital de Base.

 O SBT Interior teve acesso com exclusividade aos exames realizados no dia que o advogado deu entrada no hospital. Os exames apontaram traumatismo craniano, dezenas de fratura em diversos ossos da face e do tórax. Cláudio foi vítima de espancamento mas ainda não se sabe quem teria agredido o advogado e qual teria sido o motivo da agressão. Ele foi socorrido por dois artistas de rua que passavam pelo local e viram o advogado caído na calçada bem próximo a rua.

A assessoria de impresa do Hospital de Base confirmou que o advogado permanece internado no hospital na data de hoje sob cuidados intensivos. A polícia ainda não tomou conhecimento do caso visto que nenhum boletim de ocorrência foi registrado pela família, apenas uma notificação foi realizada.

Cláudio Topgian Rollemberg é bastante conhecido na cidade, figura querida e amada por todos, já recebeu centenas de homenagens e teve seu apelido "bacana" batizado como nome de um restaurante que funcionou da década de 80 até meados dos anos 2010. Cláudio Rollemberg estudou direito na Universidade de SP e se especializou em direito internacional na França. O filho dele que mora na França chegou no início da semana para acompanhar a recuperação do pai.

Até o momento não conseguimos contato com a família para esclarecer detalhes do crime, as informações foram repassadas por amigos proximos de Cláudio.


Comentários