​No Dia da Democracia, bolsonaristas colocam fogo em outdoor contrário ao presidente em Penápolis

Cartaz, que dizia "Sou penapolense e não fecho com Bolsonaro" foi destruído durante a madrugada

​No Dia da Democracia, bolsonaristas colocam fogo em outdoor contrário ao presidente em Penápolis - Reprodução/Felipe D'Elia


No Dia da Democracia, uma atitude nada democrática foi registrada em Penápolis (SP), na região de Araçatuba. Um outdoor contrário ao presidente Jair Bolsonaro foi incendiado por bolsonaristas durante a madrugada e causou polêmica nas redes sociais.


A imagem dizia: “Sou penapolense e não fecho com Bolsonaro” e foi colocada por cima de uma outra manifestação favorável ao presidente, que trazia a mensagem de que a cidade está "fechada com Bolsonaro".

Um vídeo do incêndio foi divulgado em grupos de whatsapp da cidade e mostra o objeto pegando fogo, mas os autores ainda não foram identificados​. No vídeo, o autor diz: "Aqui é Bolsonaro. Vá se foder, bando de PT do caralho".

​O protesto contra o presidente foi feito pelo ex-prefeito da c​​idade, o médico João D'Elia, de 70 anos, que pagou, junto com o filho, Felipe D'Elia, R$ 1.350,00 para o cartaz ser colocado no outdoor.

​De acordo com a Carta Capital, ao exibir a troca na internet,​ Felipe passou a receber em suas redes mensagens de cunho LGBTfóbico e ameaças de morte.

“Eu só queria mostrar que não é todo penapolense que apoia Bolsonaro, por isso fiz questão de assinar. Não é uma opinião da cidade, é minha. Fiquei surpreso com as ameaças recebidas. Isso mostra quem está nesse governo, o que ele valoriza e estimula. É só violência em cima de violência”, ​disse à revista.​

“Eu tenho minha opinião pessoal e participo como eleitor apenas. Não tenho partido político, nem pretendo”, esclarece​u​ o médico.

​Um boletim de ocorrência seria registrado sobre o caso, que será investigado pela Polícia Civil.

Comentários