Polícia Civil investiga encontro de ossada humana em Araçatuba

Restos mortais estavam com roupas femininas; polícia aguarda o laudo que vai identificar a ossada

Polícia Civil investiga encontro de ossada humana em Araçatuba  - Reprodução/ Lázaro Jr./Hojemais


A Polícia Civil de Araçatuba (SP) investiga o encontro de uma ossada humana em uma chácara localizada na Travessa de Santo Amaro, com acesso à estrada vicinal Caran Rezek, perto do bairro Engenheiro Taveira, na última terça-feira (9/7).


Os restos mortais estavam com roupas femininas e foram encontrados por um homem que fazia uma vistoria na área. Ele chamou a Polícia Militar que checou a informação e comunicou a Polícia Civil sobre os fatos.

A equipe do delegado Paulo Natal, chefe da Delegacia de Homicídios da Divisão Especializada em Investigações Criminais (Deic) isolou a área para que o Instituto de Criminalística fizesse a perícia no local; foram recolhidas as peças de roupas encontradas com a ossada como uma blusa feminina, um sutiã e um par de botinas.

O material coletado foi encaminhado para exames e o laudo deve comprovar quem era pessoa que morreu, ou foi deixada naquela região da fazenda. Testemunhas informaram que o local serve para o descarte de animais mortos e restos de peixes.

Uma hipótese da polícia é de que os ossos sejam de Sara dos Santos Canalle, vista pela última vez há um ano, quando saiu de casa para ir ao Arraiá da Solidariedade, no dia 23 de junho de 2023.

No dia em que desapareceu, Sara vestia um macacão e uma blusa listrada. Ela nunca mais voltou para a residência ou atendeu o celular.