Prefeitura de Prudente vai multar organizadores e frequentadores de festas clandestinas

Cidade anunciou novas medidas para tentar conter o avanço da covid-19

Prefeitura de Prudente vai multar organizadores e frequentadores de festas clandestinas  - Divulgação/Sincomércio


A prefeitura de Presidente Prudente baixou um novo decreto nesta quinta-feira (9) com novas regras para conter o avanço da pandemia da covid-19 na cidade. Entre as novas regras, está multa para organizadores e participantes de festas clandestinas.


De acordo com o decreto, bares, restaurantes e similares vão poder funcionar com a ocupação máxima de 35% de pessoas, sendo obrigatória a aferição da temperatura de quem estiver nos estabelecimentos.

O consumo será permitido somente até às 21h e a apresentação de música ao vivo somente no formato acústico.

No novo decreto, o número de pessoas por mesa também sofreu alterações e passa a ser permitido somente quatro pessoas por mesa respeitando as normas de distanciamento social.

SUPERMERCADOS  

Para supermercados hipermercados, atacadões e similares continua a regra de apenas uma pessoa por família para fazer a compra, além de distanciamento mínimo de 1,5 metros entre os clientes durante a espera e 35% da capacidade para impedir aglomerações.

AGÊNCIAS BANCÁRIAS

A obrigatoriedade da aferição de temperatura continua, inclusive nos caixas eletrônicos durante o horário de funcionamento das agências.

Álcool gel deve ser disponibilizado nas agências, inclusive uma quantidade que dure para os fins de semana.

Distanciamento de 1,5 metros entre todos os clientes que estão aguardando atendimento fica obrigatório.

FESTAS CLANDESTINAS

Para festas clandestinas, o decreto trata com rigor as festas e comemorações clandestinas em chácaras e imóveis. Três multas foram estabelecidas pelo município, sendo R$ 9.575,28 ao proprietário do local, R$ 9.575,28 ao organizador do evento e R$ 1.196,91 para pessoas que estiverem no evento.

Acesse o decreto completo aqui. 


Comentários