SP irá destinar R$ 189 mi para renda básica de 63 mil profissionais da cultura

SP irá destinar R$ 189 mi para renda básica de 63 mil profissionais da cultura - Divulgação/Governo de São Paulo


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou R$ 189 milhões para a renda básica de 63 mil profissionais da cultura em São Paulo. A medida faz parte de iniciativas ao setor cultural viabilizadas por repasses do governo federal por meio da Lei Aldir Blanc.


Em média, cada profissional receberá cerca de R$ 3 mil pela renda básica. Segundo informou o secretário de Cultura do Estado, Sérgio Sá Leitão, trabalhadoras mulheres que sejam chefes de famílias monoparentais deverão receber em dobro. Doria anunciou também R$ 75 milhões em editais culturais. Ao todo as medidas somam R$ 264 milhões de R$ 566 milhões em repasses esperados pelo governo federal.

Segundo Sá Leitão, o governo oferecerá ainda 1 milhão de ingressos a preços populares para 500 cinemas, teatros e circos nos três primeiros meses de 2021.

"É uma forma de impulsionar a retomada do setor cultural e criativo de São Paulo e estimular a volta ao hábito de consumo de cultura fora de casa", disse o secretário durante entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista.

Comentários