Médico ​da região ​que morreu por ​covid fez matrícula em especialização enquanto estava internado

​Gillian Vitor Reis​, que se formou em Votuporanga (SP), trabalhava na linha de frente de combate à doença e ficou internado por 25 dias

​​

Médico ​da região ​que morreu por ​covid fez matrícula em especialização enquanto estava internado - Arquivo Pessoal


O médico ​​Gillian Vitor Reis, de 28 anos, que morreu por ​c​ovid-19 depois de ficar quase um mês internado em um hospital de São José do Rio Preto tinha o sonho de se especializar em endocrinologia,​ conta​ a irmã,​ Giovana Reis.


​Ao sbtinterior.com, Giovana contou que, antes do irmão precisar ser entubado na UTI, ele se matriculou em um curso de especialização. “Quando o meu irmão estava internado no quarto do hospital, ele me mandou uma mensagem dizendo que tinha feito a inscrição para começar a se especializar em endocrinologia. Ele já tinha até pago a matrícula”, disse.

Gillian formou-se em medicina em 2018. Ele fez o curso em Votuporanga (SP). A irmã conta que ele trabalhou em diversas cidades da região noroeste paulista, como Sud Menucci, Auriflama, Murutinga do Sul e Pereira Barreto. Depois de atuar no interior, o médico se mudou para Salvador, capital baiana, em outubro de 2019.

“Desde o início da pandemia o Gillian trabalhava na UTI de pacientes com ​c​ovid. O meu irmão falava todos os dias comigo e com a nossa mãe, explicava sobre os procedimentos e dizia pra gente tomar cuidado com a doença. No começo, a família não queria que ele atuasse na linha de frente, mas ele fazia questão de trabalhar na UTI”, conta.

No dia 13 de dezembro, o médico passou alguns dias com a família, em Bandeirantes d’Oeste, distrito de Sub Menucci, onde a família mora.

Giovana contou que cinco dias depois, no dia 18, ele fez uma tomografia após ​sentir muita falta de ar. “Foi um susto para todos, pois os pulmões dele estavam 75% comprometidos”, diz Giovana. Logo depois dos exames, o rapaz precisou ser internado.

Gillian chegou a ficar internado por 25 dias no hospital, mas não resistiu às complicações nos pulmões e morreu no dia 15 de janeiro. O corpo dele foi enterrado na cidade e chocou familiares e amigos.

“Estamos muito abalados com a perda. Ele lutou até o final. Ainda estamos sem acreditar em tudo o que aconteceu”, desabafou a irmã.


Comentários