​MP denuncia e pede pena máxima a casal acusado de matar personal trainer, em Rio Preto

Andressa Serantoni foi morta a facadas, na frente de casa, no dia 12 de agosto; crime chocou a região

​MP denuncia e pede pena máxima a casal acusado de matar personal trainer, em Rio Preto - Reprodução/Instagram


O Ministério Público denunciou o casal​ Joel Fernandes Santos e Sidileide Normanha da Paixão Santos,​ acusado​s​ de matar a facadas​, na frente de casa,​ a personal trainer Andressa Serantoni, em Rio Preto. O crime aconteceu dia 12 de agosto, na Vila Anchieta​ e chocou a região​.


A denúncia foi apresentada pelo MP no dia 8 de setembro.​

O casal foi denunciado por dois crimes: homicídio qualificado em razão de motivo fútil, crueldade e recurso que dificultou a defesa da vítima, motivo torpe, além de tentativa de assassinato contra Lucas Teles Ferreira, vizinho que tentou salvar Andressa.

O promotor de Justiça José Márcio Rossetto Leite pediu ​que o casal seja condenado a 30 anos de prisão. Ele descreveu a brutalidade do crime para justificar o pedido da pena.

A personal começou a ser filmada pela acusada sem nenhum motivo e, indignada, questionou a mulher. Houve uma discussão entre as duas e a vítima foi agarrada. Em seguida, Joel buscou duas facas, voltou, entregou uma delas a Sidileide e houve o assassinato.

O promotor descreveu, na denúncia, a brutalidade do caso para justificar o pedido de pena máxima aos dois.

​"Com extrema brutalidade e crueldade e buscando causar intenso sofrimento à vítima, ambos passaram a desferir múltiplos golpes com as facas contra o corpo de Andressa, atingindo seu pescoço, tórax, coxas, braços e mãos. O denunciado Joel, já estando Andressa caída ao solo, começou a literalmente "serrar” o pescoço da vítima, causando-lhe um extenso ferimento (chegou a expor todo o interior do pescoço de Andressa, quase degolando-a); enquanto Joel fazia isso, Sidileide aproveitou para, por sua vez, desferir inúmeros golpes de faca na lateral do corpo de Andressa, perfurando-o inúmeras vezes", consta no documento do MP.

Os dois estão presos desde o dia 13 de agosto e teve prisão preventiva expedida pela Justiça durante audiência de custódia. Eles ficarão presos até o julgamento.

Comentários