Mulher usa fantasias diferentes durante tratamento de câncer; "eu decidi viver"

Mulher usa fantasias diferentes durante tratamento de câncer; "eu decidi viver" -


A história de Márcia Gomes Constatino, de 39 anos, que mora em Jales (SP) é uma verdadeira lição de vida.


A alagoana descobriu que tem câncer de mama após a gestação da terceira filha. Ela percebeu que havia um ‘caroço estranho’ nos seios e imediatamente procurou um especialista, que, a princípio, não diagnosticou a doença.

Ainda grávida, Márcia procurou alguns médicos para mostrar o caroço que havia aparecido no seio direito, mas foi informada que era normal.

“Durante a gravidez, eu notei que havia um caroço na minha mama direita, então eu conversei com a médica que fazia meu pré-natal e ela disse que era normal. Depois, eu fui em outro médico, e ele por mais incrível que pareça falou a mesma coisa, mas eu já havia ganhando a neném e não sumia”, conta.

Por meio de uma ultrassonografia, o médico que estava fazendo o procedimento notou que o caroço estava muito grande, e a encaminhou para o Hospital de Amor da cidade. Lá, o câncer foi diagnosticado e o tratamento começou.

Agora, para encarar o cansaço do tratamento com mais alegria, a cada 15 dias ela passa por sessões de quimioterapia de uma forma diferente. Márcia usa fantasias em cada dia do tratamento.

De Chapeuzinho Vermelho à Minnie Mouse ou Mulher Maravilha, Márcia busca forças para vencer a doença.

“Eu me fantasio por ser cansativo, né. Passar o dia no hospital, fazer exames antes da quimioterapia, depois tomar soro... Aí eu pedi para minha mãe fazer uma saia colorida, diferente, para que eu pudesse levar alegria ao hospital”, conta.

 


Comentários