SP tem menos de 2 mil internados em UTI por Covid-19 pela primeira vez após 552 dias

Ao todo há 4,1 mil hospitalizados pela doença; balanços são próximos aos registrados na 1ª semana de monitoramento hospitalar da pandemia

SP tem menos de 2 mil internados em UTI por Covid-19 pela primeira vez após 552 dias - Reprodução


O Estado de São Paulo registra nesse domingo (10) menos de 2 mil pessoas internadas em Unidades de Terapia Intensiva pela Covid-19: são 1.991 pacientes neste tipo de leito. A última vez em que o balanço ficou abaixo desta marca ocorreu 552 dias atrás – em 6 de abril de 2020, quando havia 1.966 internados em UTIs.


O total é de 4.171 hospitalizados pela doença, somando outros 2.180 pacientes em leitos de enfermaria. Estes balanços também estão próximos aos verificados no decorrer da primeira semana de monitoramento do impacto da pandemia na rede hospitalar de São Paulo, realizado por meio do Censo Covid-19, criado pela Secretaria de Estado da Saúde para esta finalidade.

O número global de internados é sete vezes menor que o registrado no pico da segunda onda, que chegou a ultrapassar 31 mil pacientes com a doença. Segmentando por tipo de leito, a demanda por UTIs é 6,5 vezes inferior atualmente, e nas enfermarias, oito vezes menor.

As taxas de ocupação dos leitos de UTI também estão entre as menores da história da pandemia, com 30,8% no estado e 38,2% na Grande São Paulo.

No decorrer da pandemia, até o momento, houve 4.383.381 casos, dos quais 4.203.902 já estão recuperados, incluindo 452.081 que foram internados e receberam alta hospitalar. Houve também 150.756 óbitos.


Comentários