Governo de SP bate recorde de investimento em saúde nos últimos dez anos

Foram aplicados R$ 28,7 bilhões no ano passado, um aumento de 7,5% em relação a 2018

Governo de SP bate recorde de investimento em saúde nos últimos dez anos - Governo de SP/Divulgação


O Governo de São Paulo ampliou em 7,5% os gastos com Saúde em 2020, quando foram investidos R$ 28,7 bilhões em meio à pandemia da COVID-19, em comparação com 2018, que teve R$ 26,7 bilhões em valores corrigidos pelo IPCA. Este é o maior orçamento para a Saúde nos últimos dez anos.


Análise feita pela equipe de Orçamento e Finanças da Secretaria da Saúde, o valor destinado a custeio da área no Estado de São Paulo cresceu 28,6% nos anos de 2019 e 2020, principalmente em virtude dos recursos destinados ao enfrentamento do coronavírus. A média foi de R$ 18,33 bilhões nestes anos, contra R$ 13 bilhões em média anual entre 2011 e 2018.

Neste mesmo sentido, houve aumento de 12,6% no investimento anual executado na média dos anos de 2019 e 2020, que ultrapassou 748,1 milhões, em comparação à média dos sete anos anteriores – de 2011 a 2018, a média foi de 663,3 milhões.

No ano passado, o Estado de SP ativou 8 mil leitos extras de UTI e aplicou R$ 242 milhões para compra e distribuição de 4 mil respiradores, R$ 165,6 milhões em remédios do kit intubação, R$ 157,7 milhões em Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para profissionais de saúde, R$ 10,1 milhões em testes para diagnóstico da doença e R$ 250,8 milhões na compra de doses extras de CoronaVac. Há ainda R$ 180 milhões para a construção da fábrica do Instituto Butantan angariados pelo Estado junto à iniciativa privada.

No segundo semestre de 2021, graças à redução da demanda de COVID-19, R$ 4 bilhões serão investidos para finalização de hospitais em construção, ajuda a hospitais municipais e ampliação de convênios com Santas Casas e entidades filantrópicas.


Comentários